"Todo morro entendeu quando o Zelão chorou

Ninguém riu, ninguém brincou, e era Carnaval."

Zelao. Sergio Ricardo.